Empresário do Ano: Confira a trajetória dos 10 finalistas

Neste sábado, 30, ocorre a escolha do Empresário do Ano 2015. O evento é promovido pela Associação Comercial e Industrial de Frederico Westphalen (ACI/FW) e está em sua 7ª edição. Durante os dias 20 de junho e 13 de julho, os associados da ACI/FW tiveram a oportunidade de votar nos  30 empresários que foram indicados para concorrer ao prêmio deste ano. No dia 14 de julho, a comissão escrutinadora divulgou o nome dos 10 empresários finalistas. Confira a trajetória dos empresários mais lembrados:

IMG_0008

Carina Nicaretta Bernardi – Empresa Móveis Lober

Com 27 anos, Carina Nicaretta Bernardi, natural de Seberi, é a mais jovem empresária indicada na sétima edição do Prêmio Empresário do Ano. Aos quinze anos já trabalhava na empresa da família, Móveis Lober, e aos dezoito atuava como gerente da filial em Santa Rosa. Carina acredita que estar envolvida em ações ligadas ao desenvolvimento do comércio local e que o constante crescimento da sua empresa, que este ano comemora 30 anos de atuação no mercado moveleiro, são alguns dos motivos que a colocam entre os dez líderes homenageados pelos associados da ACIFW. Quanto ao que representa ser indicada afirma que é mais um estímulo para continuar trabalhando. Em entrevista à Rádio Comunitária, Carina falou sobre a honra de concorrer ao prêmio e também destacou o desafio de ser uma das únicas mulheres finalistas nesta edição:

 

DSC_0371

Carlos Alberto Candaten – Empresa Todeschini

Impulsionado pelo fechamento da empresa em que trabalhava, Carlos Alberto Candaten, juntamente com seu sócio Irineu Sartori, aceitou o desafio de iniciar o seu próprio negócio. Na época, sem capital para investir, conta que foi necessário financiar todo o empreendimento, mas com muito trabalho e dedicação fez da Todeschini uma empresa de sucesso em Frederico Westphalen e região. Acredita que um dos motivos de sua indicação ao prêmio deve-se por seu envolvimento com a comunidade local através de sua participação ativa em clubes e associações da cidade. Natural de Frederico Westphalen, Candaten concorre ao prêmio pela primeira vez e, em entrevista, falou sobre a empresa e a oportunidade de estar entre os dez finalistas:

 

DSC_0327

Claudia Rejani Gnoatto – Empresa Maria João

Com apenas 10 anos, Claudia Rejani Gnoatto já trabalhava no negócio de seu pai, fazia compras e pagamentos, gostava muito, porque sempre estava envolvida com pessoas. Farmacêutica industrial formada, seu primeiro negócio foi no ramo farmacêutico, mas há oito anos resolveu ir atrás de seu sonho, ter uma loja infantil, a Maria João. Claudia acredita que sua indicação ao prêmio deve-se a maneira como se dedicou ao seu negócio, inovando e prezando pelo bom atendimento ao cliente. Além disso, destaca que sempre participou de clubes sociais e outras entidades do município, o que se orgulha muito. Em entrevista à Rádio Comunitária, Claudia falou como construiu a loja em que atua até hoje e destaca que sentiu-se muito honrada com a indicação ao prêmio:

 

DSC_0343

Érico Bertoletti – Supermercado Bertoletti

Em 1974, Érico Bertoletti, mudou-se com sua família do interior para a cidade de Frederico Westphalen onde comprou um armazém em que iniciou suas atividades empresariais. Muito esforço e trabalho, ampliando as instalações e contratando novos colaboradores, transformaram o antigo armazém em Supermercado Bertoletti. Hoje, a empresa é gerenciada em conjunto pela família e, portanto, há muito envolvimento de todos. Bertoletti atribui sua indicação ao Prêmio Empresário do Ano a sua trajetória e experiência de 42 anos, onde sempre procurou contribuir também, para o desenvolvimento da cidade. Em entrevista, Érico falou que é uma grande honra estar entre os indicados e que a oportunidade serve como motivação para continuar no ramo empresarial:

 

DSC_0330

José Luiz Haubert – Empresa Imperatriz dos Móveis

Hoje, líder de uma empresa familiar, tradicional na área do varejo de móveis, José Luis Haubert começou a trabalhar aos 13 anos de idade. Após muito estudo, juntamente com suas irmãs e cunhados assumiram a direção da Imperatriz dos Móveis. Haubert acredita que sua indicação ao prêmio, pelo terceiro ano seguido, se dá pelo envolvimento com entidades empresariais e nas ações da comunidade, além de fazer um trabalho sério e honesto prezando sempre pelo progresso e desenvolvimento do município. À Rádio Comunitária, Haubert declarou que ficou muito feliz com a indicação e falou sobre a empresa que comanda:

 

DSC_0374

Luiz Gustavo Carnieletto – Empresa Metal Fred

Luiz Gustavo Carnieletto conta que toda sua vida foi dedicada ao ramo metalúrgico. Seu primeiro emprego foi como soldador e antes de abrir a empresa Metalfred, em 2006, Carnieletto já possuía 34 anos de experiência no ramo. “Minha vida esta estritamente relacionada ao ramo metalúrgico, o que me orgulho muito e me sinto realizado” comenta. Quando questionado sobre ao que atribui sua indicação, conta que ficou bastante surpreso e acredita que se deve ao sério trabalho que realiza na Metalfred, o relacionamento com clientes e funcionários, e ao trabalho que realiza na comunidade, na igreja e com entidades sociais. Em entrevista, Luiz afirma que todos os funcionários da Metalfred formam uma família e que o trabalho desenvolvido sempre busca agradar os amigos clientes:

 

DSC_0363(1)

Rui Antônio Wolkweis – Empresa Moto Agrícola Wolkweis

Natural de Santo Cristo, Rui Antonio Volkweis iniciou sua trajetória empresarial com apenas 12 anos, quando assumiu o negócio de seu pai na comunidade de Esquina Vanguarda, hoje município de Alecrim. Wolkeis trabalhou 13 anos como caminhoneiro, foi gerente de vendas e sócio da Quero-Quero antes de se tornar pioneiro no ramo de maquinário agrícola em Frederico Westphalen. Ha 42 anos a frente da Moto Agrícola Volkweis, conta que acabou se apaixonando pelo município, que era para ser residência temporária. Wolkeis acredita que sua indicação se deve pela tradição e perseverança ao transpassar algumas grandes crises, e pela participação ativa na sociedade. Indicado pela primeira vez na sétima edição do Prêmio Empresário do Ano, Rui fala que é uma honra estar entre os finalistas e destaca que a empresa já passou por altos e baixos, mas que hoje é consolidada e firme:

 

DSC_0360

Thiago Vinícius Pegoraro – Empresa Sorvetes Skinabon

Formado em Química Industrial e Pós Graduado em Gestão de Custos e Finanças, Thiago Vinicius Pegoraro, é gestor na empresa da família, Skinabon. Pegoraro conta que conhece bem a empresa em que está à frente, pois participou de todos os setores desde a produção, entregas, vendas, compras, financeiro, até o setor de desenvolvimento de produtos. E acredita que sua indicação ao prêmio deve-se a constante inovação da Skinabon e a evolução da empresa nesses 30 anos de atuação. Thiago afirma ter orgulho em poder representar sua família e todos os colaboradores que fazem parte da Skinabon:

 

Valmir Gabbi – Empresa Posto Serrano

Valmir Gabbi – Empresa Posto Serrano

Valmir Gabi da Silva iniciou sua trajetória no posto Serrano como funcionário e, após 3 anos, junto com seu irmão, tornou-se sócio proprietário, foi a partir deste momento que assumiu seu dever como empresário. Desde então, buscou inovar e melhorar o atendimento, sempre visando o bem estar de seus clientes. Há 13 anos a frente do Posto Serrano, Gabi além modernizar todos os setores, ampliou o restaurante, inaugurou a empresa Gabbi Pneus, e construiu o hotel, que em seu novo projeto está previsto 59 novos leitos.  Valmir destaca que sentiu-se muito feliz com a indicação e frisa que acredita que sua indicação ao Prêmio Empresário do Ano aconteceu, pois sempre buscou trabalhar com transparência e honestidade:

 

DSC_0336

Vanderlei Piovesan – Frangos Piovesan

Motivado por seu sonho de menino, Vanderlei Piovesan iniciou em 1999, com muitos desafios, as atividades da Frangos Piovesan. Seu negócio precisava adequar-se as exigências legais, encontrar as parcerias certas e vencer a situação econômica que era desfavorável. Diversas vezes precisou vencer o medo da ampliação, automatizou o processo industrial e aumentou o quadro de colaboradores, ampliando território de vendas, planta frigorífica e inúmeros outros investimentos que precisou de coragem para assumir. Hoje, com 170 colaboradores diretos e mais de 30 produtores integrados que produzem frango no campo, Piovesan pode dizer que seu sonho de menino está sendo concretizado. Quanto ao que representa participar do Prêmio Empresário do Ano 2015, Piovesan afirma que é muito gratificante estar entre os dez finalistas:

A cerimônia de premiação do empresário eleito, além da entrega dos certificados às empresas destaques, acontece neste sábado, 30, a partir das 19h no Clube Recreativo e Cultural Harmonia. Esta edição do evento, contará com a animação do sexteto Tempero Brasil. O grupo realiza apresentações e releituras nos arranjos escritos pelo Maestro Astor Jair Dalferth e promete encantar o público interpretando Bossa Nova, Jazz, além de clássicos do rock, pop e MPB.

Fotos: Conceito A

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]