Definidas alterações para realização de matrículas nas EMEIs

No fim da tarde desta terça-feira, 27, o Ministério Público de Frederico Westphalen divulgou as alterações que foram definidas durante a audiência pública realizada ainda pela manhã sobre as matrículas nas escolas de educação infantil do município. A reunião teve o intuito de esclarecer dúvidas  sobre o edital vigente, com atenção especial aos itens que correspondem a documentação necessária para realizar a pré-matrícula. Além disso, um dos pontos mais debatidos pelos presentes, foi a não garantia da vaga para as crianças já matriculadas nas escolas. 

O Promotor de Justiça, Rogério Fava Santos, destacou que a audiência pública contribuiu para avançar e buscar resolver positivamente esta questão de vagas nas escolas infantis no município:

.
A Secretária de Educação, Carmen Giovenardi, destacou que o edital com as retificações será publicado no sábado, 1° de dezembro: 

.
Rafael Ferigollo, representante dos pais, falou que as definições contribuíram para diminuir as preocupações dos responsáveis: 

.
Dentre as definições da audiência está a retificação do edital 045/2018 com alterações relacionadas a documentação, a inclusão de pontuação para critérios de seleção dos alunos, novas regras sobre o zoneamento e a preferência de creches, bem como a participação de representantes dos pais durante o processo de seleção das crianças. Confira todos os pontos que serão modificados e incluídos:  

– Será expressamente revogado o edital número 39 que previa as rematrículas;

– Alteração na redação dos documentos exigidos para que sejam alternativos;

– A falta de documentação não servirá para exclusão da vaga, em se constatando a falta de algum documento a administração deverá contatar os pais e/ou responsáveis para a complementação;

– Não há necessidade de documentos autenticados;

– O município deverá estabelecer pontuação de acordo com cada um dos critérios de classificação;

– Haverá a inclusão de duas pessoas indicadas pelo Círculo de Pais e Mestres (CPM) de cada educandário na comissão formada para análise das matricula, com atuação de cunho fiscalizatório;

– Será excluída a necessidade de apresentação da declaração de imposto de renda para a inscrição, com a possibilidade, a critério da comissão, de solicitar o documentos adicionais;

– Será possibilitado aos pais a renúncia ao zoneamento, com a indicação das escolas prioritárias;

– A entrega dos documentos poderá ser feita em todas as EMEIs;

– Pais que já fizeram a sua inscrição podem retornar as escolas para conferir a documentação e incluir a opção do zoneamento;

– Todos os munícipes deverão entregar os documentos nos prazos já estabelecidos pela Secretaria Municipal de Educação e que serão melhor esclarecidos nos próximos editais.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]