Creluz firma parceria para resgatar produção artesanal da erva-mate

Uma parceria entre a Creluz, a Meta Mate de Berlin na Alemanha e a Fundação da Universidade de Rio Grande (FURG), busca proporcionar as próximas gerações resgatar o modo de produção e o sabor da erva-mate produzida na metade do século.

Recentemente visitaram a sede administrativa e o Horto Florestal da Creluz, em Pinhal, o professor da Furg, Antonio Philomena, o representante da Meta Mate, Fabrício do Canto e o associado da Creluz, Ticiano Gehm, de Seberi, que atualmente produz erva-mate artesanal.

Na matriz da Creluz os pesquisadores foram recebidos pelo presidente da Cooperativa, professor Elemar Battistti, que abriu as portas para a parceria, cujo o foco principal é a sustentabilidade.

O professor Philomena, especialista em qualidade destaca que qualquer tipo de produto pode ser melhorado e com a erva-mate não é diferente.

Já Fabrício do Canto, representante da Meta Mate de Berlim, que promove a cultura da erva-mate em vários países, destaca que os primeiros pés serão cultivados em na cidade de São Martinho.

A Creluz irá fornecer as mudas de erva-mate e de outras espécies de arvores nativas, que serão usadas para produção de lenha para a queima na secagem do produto.

O projeto precisa ainda de um registro e licenciamento nos órgãos ambientais que autorize posteriormente o uso das arvores nativas plantadas para esse fim.

A.I. Creluz/Rádio Comunitária 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]