“Com dificuldades, mas sob controle”: HDP passará por readequações para controlar dívidas

No dia 11 deste mês uma reunião entre a diretoria do Hospital Divina Providência e vereadores de Frederico Westphalen, expôs a atual situação financeira da casa de saúde. Segundo a administração, a dívida do HDP ultrapassa os R$ 7,2 milhões e não se descarta a possibilidade do fechamento de alas e readequação do quadro interno de funcionários.  

Na manhã desta quarta-feira, 19, integrantes da administração do Hospital, Roselei Enderle, diretora-administrativa, Silvestre Vargas Filho, presidente e Rogério Vargas dos Santos, vice-presidente, concederam entrevista à Rádio Comunitária e esclareceram pontos importantes da atual situação do HDP. Segundo Roselei, existe um déficit mensal de aproximadamente R$ 200 mil, que se origina a partir do pagamento de dívidas, como INSS e FGTS de anos anteriores, bem como a quitação de alguns equipamentos que foram adquiridos e outras dívidas que se somam neste montante.

Consequências da dívida

Não é de hoje que a dívida do HDP está sendo uma dor de cabeça  para o sistema de saúde de Frederico Westphalen. O hospital é hoje o maior entre os municípios de nossa região e recebe destas cidades um número considerável de pacientes diariamente.  

De acordo com o presidente Silvestre, a  dívida nunca influiu diretamente no andamento das funções diárias,  todos os trabalhos foram realizados e as portas estão abertas em todas as alas hospitalares. No entanto, Silvestre frisou que muitas vezes é necessário retirar dinheiro do caixa do hospital para pagar os médicos do plantão, pois atualmente há uma falta de profissionais para o atendimento em horários diferenciados.

Solução

Ainda de acordo com administração, medidas internas estão sendo tomadas para que a dívida seja quitada da melhor forma possível, sem prejudicar o atendimento da população e também os funcionários da casa de saúde. Roselei destacou que o HDP possui uma das melhores estruturas da região, porém é referência apenas em hemodiálise, apesar de possuir um grande número de especializações.

O Hospital deve passar por uma reestruturação nos próximos meses, na qual serão avaliados todos os setores, buscando uma readequação sem a perda da qualidade e eficiência do atendimento.

Confira na íntegra a entrevista com os administradores do HDP:

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]