Clima e crise de saúde podem estar na Redação do Enem

Mudanças climáticas, pandemia, eleições pelo mundo, automação do trabalho. Temas como esses, na capa de portais de notícias pelo mundo, são os que especialistas e educadores apontam como prováveis assuntos da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A aposta de alguns educadores para o tema da redação da próxima edição do Enem é o Marco Legal de Saneamento Básico. A norma, sancionada em julho pelo governo federal, tem por meta o fornecimento de água potável a 99% da população até 2033 e tratamento e coleta de esgoto a 90%.

Neste ano em que “lockdown” foi escolhida pelo dicionário Collins como a palavra de 2020, a pandemia é séria candidata a tema da Redação no Enem. Mesmo que o tema não seja cobrado diretamente, outras facetas da saúde que vieram à tona com a pandemia podem surgir como tema. A aplicação da tecnologia, com a telemedicina, ganhou destaque em 2020. Reflexões sobre saúde mental e problemas como depressão, cyberbullying e suicídios podem ser solicitadas no exame.

Outra dica que os professores de cursinhos dão é que os alunos fiquem atentos às campanhas realizadas pelo governo federal. Atualmente há uma grande ação visando a denúncia de abuso sexual contra crianças e adolescentes, algo que pode ser analisado. Outros temas em pauta são a valorização do idoso, considerado população de risco e vítima de preconceitos na pandemia, e a violência contra a mulher.

Em contrapartida, os professores acreditam que temas espinhosos devem ficar de fora. “Acho muito difícil que sejam abordadas as questões ambientais. A maior parte dos problemas, como desmatamento, incêndios criminosos e desmonte de políticas de fiscalização, podem depor contra o próprio governo”, afirma. As provas do Enem estão previstas para serem aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. 

*Terra

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]