Prazo de validade de documentos pessoais precisa de atenção

Muitas pessoas não sabem, mas os documentos pessoais têm prazo de validade. Sem eles não é possível fazer quase nada e é preciso ter atenção.

A carteira de identidade, por exemplo, não tem validade, mas é preciso estar atento ao estado de conservação. Em casos de viagens ao exterior, o RG não pode ter mais do que 10 anos. Já a carteira de habilitação vale por cinco anos e precisa ser renovada dentro do prazo. O passaporte tem a mesma validade.

Outros documentos não têm essa necessidade: a carteira de trabalho, apesar de ter foto, não tem prazo de validade. A segunda via só é solicitada em caso de preenchimento completo da primeira ou se não estiver em bom estado de conservação.

O CPF também não tem prazo de validade, mas por não conter foto nem assinatura, a pessoa tem que apresentar outro documento de identificação com foto.

O RG é o mais tradicional. A emissão é controlada pela Polícia Civil. No Rio Grande do Sul a Carteira de Identidade é confeccionada pelo Instituto Geral de Perícias – IGP. O uso da cópia é permitido, mas só com autenticação. Plastificar o RG, como muita gente faz, é proibido.

A foto e o estado de conservação determinam a validade do RG. Mas se você quer viajar pelos países que compõem o Mercosul, onde é possível embarcar só com este documento, a exigência é que ele tenha sido emitido, no máximo, há dez anos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]