Carlos Bolsonaro ataca Moro após pesquisas: “timbre de voz que só seu tipo sabe fazer”

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) sentiu que a entrada do ex-juiz Sérgio Moro no cenário eleitoral tira votos de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PL).
Não à toa, Carluxo acionou o seu “gabinete do ódio” e começou a investir contra o ex-aliado nas redes, sobretudo o seu salário de R$ 22 mil, pago por seu partido, o Podemos, do qual não é dirigente.
“Então surge o fundo partidário do bem e quando era juiz recebia auxílio moradia tendo domicílio no mesmo estado que trabalhava. E as diárias milionárias do seu time de quarto escuro? O silêncio é absoluto no reino animal! Imagine se fosse com outro?”, escreveu.
Além disso, o filho de Bolsonaro ainda fez piada com a voz de Moro: “’Faça a coisa certa sempre’, faça também a cara e o timbre de voz que só seu tipo sabe fazer…”.

A PESQUISA
A primeira pesquisa eleitoral sobre a presidência com a participação de Moro feita pelo Atlas Político, divulgada nesta terça-feira (30), mostra que Lula (PT) segue na liderança e ampliou sua vantagem com relação ao segundo colocado, que é Jair Bolsonaro (PL).
Segundo o levantamento, Lula, que na última pesquisa do instituto tinha 40,6% das intenções de voto, cresceu 2,2 pontos percentuais e chegou a 42,8%. Com a entrada de Moro no cenário, quem perdeu foi Bolsonaro: tinha 34,5% das intenções de voto e sofreu uma queda de 3 pontos percentuais, constando agora com 31,5%.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]