Candidato ao Piratini, Eduardo Leite realiza agenda na região

Foi realizada na tarde desta sexta-feira, 11, uma coletiva de imprensa com o candidato ao Governo do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. Durante o encontro Eduardo apresentou suas propostas de governo, destacando pontos como segurança pública, educação e economia. 

Leite concorre pelo  Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e, questionado, o candidato também debateu sobre as áreas da saúde, agricultura, além de abordar sobre o investimento no turismo regional. Confira a coletiva na íntegra:   

 


Sobre Eduardo Leite

Eduardo Leite iniciou sua carreira política no movimento estudantil secundarista, sendo Presidente do grêmio estudantil do Colégio São José. Na eleição de 2004, quando tinha dezenove anos de idade, concorreu a Vereador, obtendo 2 937 votos e ficando na primeira suplência. Após a eleição, integrou a Secretaria Municipal de Cidadania durante o governo de Bernardo de Souza, e foi chefe de gabinete do prefeito Fetter Júnior.

Concorreu novamente ao cargo de Vereador nas eleições municipais de 2008, sendo desta vez eleito com 4 095 votos. No Legislativo, apresentou projetos de lei sobre transparência nos gastos públicos, o Código de Ética da Câmara, e o da publicação e redução das diárias do legislativo municipal. Além disso, foi o Líder da bancada do PSDB e presidente da Câmara Municipal em 2011.

Concorreu, sem sucesso, a Deputado Estadual nas eleições estaduais de 2010, obtendo 21 372 votos.

Nas eleições municipais de 2012, candidatou-se a Prefeito de Pelotas pela coligação Pelotas de Cara Nova. A candidata a vice-prefeita foi a professora de ensino superior Paula Mascarenhas, do PPS. No primeiro turno, recebeu 77.026 votos (39,89%), classificando-se para o segundo turno com o petista Fernando Marroni. No segundo turno, manteve o favoritismo e foi eleito com 110.823 votos (57,15%), a maior votação da história da cidade.

Em 1º de janeiro de 2013, Eduardo assumiu o cargo em uma cerimônia realizada na Praça Coronel Pedro Osório, tornado-se o prefeito mais jovem da história de Pelotas. Em 26 de maio de 2016, na mesma semana em que pesquisas indicavam aprovação de 60% de seu governo e, de igual modo, apontá-lo como principal nome para o pleito de 2016, Eduardo anunciou que não concorreria à reeleição, dando lugar à sua vice, Paula Mascarenhas. Ela foi eleita no primeiro turno com 59,86% dos votos.

Em 11 de novembro de 2017, Eduardo Leite foi eleito Presidente do PSDB do Rio Grande do Sul em uma convenção realizada pelo partido. Neste mesmo evento, foi escolhido como o pré-candidato do PSDB ao Governo do Rio Grande do Sul para a eleição de 2018. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]