Câmara aprova anistia de dívida do troca-troca para agricultores

A falta de chuvas no município e na região tem gerado uma série de problemas de falta de água para consumo humano e animal e também de frustração das safras. De acordo com dados da Emater esta é uma das secas mais severas dos últimos 17 anos com isso, os vereadores aprovaram, em sessão extraordinária, na última sexta-feira, 14, a anistia dos créditos decorrentes do Programa de Incentivo aos Produtores Rurais, o chamado troca-troca.

Com a anistia será perdoado 100% da dívida das pastagens e forrageira ofertadas a produtores de leite e gado de corte. Os agricultores que já tenham pago podem procurar a administração pública e reaver o valor quitado. “Nada mais justo que o executivo faça alguma coisa, mesmo que pequena, para auxiliar os agricultores que sofrem com a estiagem”, comentou o vereador Jacques de Oliveira.

O Projeto de Lei (PL) 05/2022 foi aprovada pelos nove vereadores presentes na sessão, a primeira do ano de 2022.

Reposição salarial dos servidores e gestores

O projeto de reposição salarial dos servidores e gestores do município também foi aprovado, para os servidores foi aprovado o índice de 13,4% e para os gestores em 10,06%, correspondente a reposição da inflação medida pelo IPCA/IBGE que foi de 10,06% em 2021.

O mesmo projeto alterou a data-base dos servidores, passando a ser referência o dia 1º de janeiro, para atender as leis federais do piso do magistério e dos agentes de saúde que deve ser reajustado sempre no 1º dia do ano, e o Plano de Carreira dos professores, com a finalidade de que todos atingissem o piso nacional.

Na mesma sessão foi votado o projeto que institui o Cartão Alimentação (PL 06/2022), para os servidores do Executivo, Legislativo e Conselheiros Tutelares, com valor único de R$ 230 mensais.

Incentivo ao esporte

Esteve na pauta de votação e foram aprovados de forma unanime, dois projetos que tem como objetivo o incentivo ao esporte – amador e profissional. O PL 06/2022 institui no município o Programa de incentivo e apoio ao futebol profissional, com a possibilidade de repasses de recursos no valor de R$ 30 mil para cada equipe e o PL 07/2022 que cria a Escolinha Municipal de Esporte.

– Um projeto que vai atender as crianças de 7 até 16 anos, no turno inverso das aulas. Possibilitando a formação de talentos e evitando que estas crianças fiquem na rua – salientou o presidente do legislativo, vereador Leandro Mazzutti.

As atividades serão gratuitas para ambos os sexos. Inicialmente deverão ser ofertadas aulas de futsal, podendo ser ampliado para outras modalidades como: futebol, vôlei, basquete, handebol e atletismo. A estimativa é de um investimento de R$ 90 mil.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]