Boletim dos Bombeiros: alerta para o risco de afogamentos

Nas últimas 24h o Corpo de Bombeiros realizou apenas trabalhos de prevenção.

O Soldado Adilson Stasiak aproveita para reforçar os cuidados ao entrar na água nesse período em que muitas pessoas aproveitam para desfrutar do mar, piscinas e rios. Em água turvas é preciso redobrar o cuidado devido a galhos, buracos e outros objetos que podem estar ao fundo da água. O cuidado deve ser redobrado com crianças, que devem estar sempre acompanhadas e em local que a água bata, no máximo, até a cintura.

A Operação Golfinho, do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, teve início no dia 19 de dezembro e registrou 44 óbitos por afogamento até agora. O número representa 84% mais óbitos do que no ano passado, em que foram registrados 25 mortes. Grande parte dos afogamentos, 39, foram registrados em áreas que não há cobertura de salva-vidas da operação. No ano passado, foram 21 mortes em área sem cobertura.

Foto: Mauro Schaefer/Correio do Povo

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]