BM localiza veículos utilizados em assalto a bancos em Miraguaí

A Brigada Militar localizou os quatro veículos utilizados pelo bando que assaltou a agência do Banrisul e a Unidade de Atendimento do Sicredi Celeiro em Miraguaí, no Noroeste gaúcho. Foram encontrados, nesta segunda-feira, um Fiat Palio e um Fiat Uno dentro da Área Indígena do Guarita, em Redentora, quase na divisa com Erval Seco. Outros dois veículos utilizados no início da fuga também foram encontrados dentro da Área Indígena, um Toyota Corolla e um Chevrolet Cruze, próximo à ERS 330. Os quatro carros haviam sido roubados para uso no crime.

Um grupo de pelo menos oito bandidos atacou, no começo da tarde, as duas agências bancárias em Miraguaí, município de de cinco mil habitantes. A quadrilha levou reféns, inclusive um policial da Brigada Militar (BM), depois de formar um escudo humano. Na fuga, o bando ainda incendiou uma viatura da BM para evitar a perseguição. Assim que saíram da zona urbana de Miraguaí, eles liberaram os reféns.

Guarnições da cidade e da região estão envolvidas nas buscas. Durante o assalto, moradores dos dois extremos da cidade orientaram o trânsito para outros condutores não se aproximarem das agências na avenida Ijuí, onde ocorria a ação.

Essa é a oitava ocorrência, em pouco mais de dois meses, em que uma quadrilha usa, no Rio Grande do Sul, a tática do cordão humano para escapar, também apelidada de “Novo Cangaço”. Os demais assaltos a banco com o mesmo modus operandi ocorreram em Maximiliano de Almeida, Redentora, Parobé, Putinga, São Sepé, Planalto e São Valentim do Sul.

C.P.
Foto: Divulgação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]