Aulas presenciais passam a ser obrigatórias a partir da próxima segunda-feira, 8 de novembro

O Decreto Nº 56.171, publicado pelo governo do Estado na sexta-feira, 29 de outubro, torna obrigatório o retorno às aulas presenciais para estudantes da Educação Básica (rede pública estadual e municipal e privada) para a segunda feira, 8. Nele ainda está contido a possibilidade de revezamento, bem como a adoção de todos os protocolos sanitários.

A decisão pela retomada foi tomada pelo Gabinete de Crise. Na avaliação da equipe do governo o retorno presencial é possível considerando a queda das taxas de contaminação e hospitalizações, o avanço da vacinação no Rio Grande do Sul, e diante dos impactos na aprendizagem decorrentes da pandemia. Pelo documento, à exceção, é para casos de alunos que, por razões médicas comprovadas mediante apresentação de atestado médico, não possam retornar às atividades presenciais.

Conforme a coordenadora de Educação da 20ª CRE, Jogelci do Carmo, a região recebeu com positividade a informação, visto que a escola estadual da região já vem atendendo na presencialidade, segundo a realidade de cada instituição de ensino e por ser uma solicitação da maioria dos pais de estudantes. “É importante destacar que os protocolos de segurança continuam sendo seguidos e os cuidados com a saúde de estudantes, professores e funcionários seguem. Tudo com muita responsabilidade das direções das escolas juntamente com os COEs Locais em conjunto com o COE Regional e Saúde Estadual e Municipal. As escolas são lugares seguros para nossas crianças e jovens”, esclareceu.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]