Atividades econômicas serão retomadas em FW

Uma reunião entre administração municipal e entidades representativas e econômicas do município, realizada na manhã deste sábado, 28, debateu a retomada das atividades comerciais e industriais em Frederico Westphalen nos próximos dias.  O encontro ocorreu no salão nobre da ACI.

O prefeito José Alberto Panosso destacou o esforço da secretária da saúde e dos demais membros da administração nos primeiros dias de combate ao Covid-19.

Após,  o secretário de Indústria e Comércio, Alessandro Molossi explanou o esboço do que foi chamado de “Plano Estratégico para Retomada das Atividades econômicas”.

O presidente da Associação Comercial (ACIFW),  Ramir Severiano, colocou que a posição da entidade é pela abertura gradual das atividades e solicitou que a avaliação seja constante. Severiano também comentou que as empresas deveriam realizar um plano de contingência entre seu grupo de colaboradores.

A Secretária de Saúde, Léa Tomschke, fez uso da palavra para destacar que, apesar da retomada gradual, os cuidados diante da pandemia deve continuar.

O médico e diretor  técnico do Hospital Divina Providência, Cristiano Giovenardi, falou em nome da junta médica do município. Para Cristiano e seus colegas, as atividades não devem ser retomadas neste momento. O médico citou exemplos de países que não aderiram ao isolamento e atualmente sofrem com números de infectados.

Apesar da explanação médica, a maioria dos presentes entendeu que a retomada deve acontecer imediatamente.

Entre os principais pontos acordados na reunião estão:

A partir de segunda-feira, 30, está autorizada a retomada total de atividades como serviços autônomos, domésticos e os prestados por profissionais liberais.

Estabelecimentos com autorização deverão restringir o número de clientes. A lotação máxima não poderá exceder a 50% da capacidade máxima. Tais estabelecimentos funcionarão com equipes de trabalho reduzidas.

 

Permanecem suspensas as seguintes atividades:

– escolas municipais, cursos particulares e presenciais;

– Clubes, jogos e competições;

– Parques infantis, casas de festas e eventos;

– Atividades em igrejas, sociedades, centros e templos;

– Atividades ao Ar livre, visitações a parques e ginásios;

– Casas noturnas, boates e afins;

– Centros culturais e bibliotecas

– Cinema

– Circulação de transporte coletivo urbano municipal e de passageiros;

– Festas de quaisquer natureza.

Um novo decreto deve ser instituído a partir da próxima segunda-feira, 30, estabelecendo o novo regramento para os estabelecimentos.

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]