Assembleia Legislativa lidera movimento em defesa das universidades e institutos federais

Em abril, o Governo Federal anunciou uma redução de investimentos de mais de quatro bilhões de reais no Ministério da Educação. O corte de verbas sufoca as universidades e os institutos federais. Existe até mesmo uma dificuldade para se manter serviços básicos. No Rio Grande do Sul, a situação é preocupante. Por isso, o parlamento gaúcho está liderando um movimento em defesas das universidades e dos institutos federais.

O presidente da Assembleia, deputado Edegar Pretto (PT), considera que está havendo um processo de sucateamento da educação. Na opinião do deputado, o governo federal olha a educação como um gasto e não como um investimento. Pretto defende que a área não é uma bandeira partidária e sim um projeto de construção contínuo independente de quem está no poder. 

A Assembleia Legislativa já promoveu três seminários para tratar do tema, sob o título “A Educação no Desenvolvimento Regional”. Os eventos reúnem autoridades, professores, técnicos, estudantes e comunidades. 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]