Após cancelamento na Argentina, Bolsonaro aceita Copa América no Brasil em meio à pandemia

Em meio à pandemia, que já matou mais de 460 mil brasileiros, Jair Bolsonaro (sem partido) determinou que a Casa Civil priorize os preparativos para realização da Copa América no Brasil, depois que o campeonato de futebol foi cancelado na Argentina, devido às restrições sanitárias, e na Colômbia, em razão dos protestos políticos no país.

Em tuite na manhã desta segunda-feira (31), a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) confirmou a realização da Copa América no Brasil após tratativas diretas com o ministro Luiz Eduardo Ramos, da Casa Civil.

A reunião da confederação com o governo Bolsonaro foi feita por videoconferência em regime de urgência após o cancelamento do campeonato pela Argentina, que registrou pouco mais de 77 mil mortes pela covid-19.

Também pelo Twitter, a Conmebol agradeceu “Bolsonaro e sua equipe, bem como a Confederação Brasileira de Futebol”.

A Copa América seria realizada na Colômbia, mas foi cancelada por causa de confrontos e protestos em função da reforma previdenciária. Transferida para a Argentina, a competição também foi cancelada após o ministro do Interior argentino, Eduardo Pedro, afirmar que a realização do torneio se tornaria difícil devido à atual situação sanitária na Argentina.

 

*Sul 21

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]