Aplicativo Animais Peçonhentos RS registra cerca de 2 mil downloads

Em apenas 20 dias, o aplicativo do Centro de Informação Toxicológica (CIT-RS) que orienta sobre o que fazer em caso de ataque de animais peçonhentos registrou 1,8 downloads. A marca foi comemorada, pois nessa época, com a chegada do verão há um aumento significativo do número de acidentes por serpentes, aranhas, escorpiões e lagartas urticantes no Rio Grande do Sul.

A novidade além de fornecer informações sobre estes animais, com imagens e medidas de primeiros socorros, possibilita a localização do ponto de soro mais próximo do usuário. Também é possível realizar chamadas de urgência para o plantão 24 horas do CIT/RS. O aplicativo denominado “Animais Peçonhentos RS” foi desenvolvido pelo CIT/RS, da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), juntamente com o Telessaúde da UFRGS.

De acordo com o diretor do CIT, Alberto Nicolella, o crescimento dos acidentes por animais peçonhentos no Estado preocupa. “Sabemos que o atendimento precoce é fundamental para a sobrevivência das vítimas e redução de possíveis sequelas e o aplicativo favorece o atendimento de forma mais imediata”. Nos últimos 10 anos foram registrados pelo CIT/RS 57.360 acidentes com animais peçonhentos no RS. A média de acidentes por ano foi atingida nos primeiros nove meses de 2015, um total de 5.700 acidentes. O crescimento foi de 14% em relação a 2014. O aplicativo está disponível tanto para Iphone quanto para Android.

AI – FEPPS

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]