37° BPM divulga balanço de operações

No decorrer do ano de 2015 o 37º BPM intensificou suas ações visando a captura de indivíduos que encontravam-se foragidos da justiça ou com mandados de prisão em aberto.

Várias ações foram realizadas, das quais algumas se destacam. As Operações Ippon e Casa Nova, foram cumpridas pelos policiais do Pelotão de Operações Especiais e também dos efetivos policiais dos locais das prisões. Além das operações referidas, também foram efetuadas prisões esporádicas, resultantes de planejamento prévio e efetuada pelos policiais de cada localidade.

As ações foram executadas nos 15 municípios de abrangência do 37º BPM. No período de 1° de janeiro à 30 de novembro, os policiais militares realizaram a prisão de 54 indivíduos que estavam foragidos, totalizando uma média de 5 prisões por mês. Os mandados de prisão cumpridos pela Brigada Militar são oriundos de várias comarcas do Rio Grande do Sul e até mesmo de Santa Catarina.

Os crimes pelos quais os foragidos encontravam-se em débito vão de homicídios, portes ilegais de armas, tráficos de entorpecente, violências domésticas, roubo à prisões preventivas para garantia da instrução criminal, sobressaindo-se de forma significativa condenações pelo crime de estupro, o qual é considerado crime hediondo no Brasil.

Esta estratégia foi adotada pelo comando do 37º BPM visando um maior controle nos indicadores de criminalidade e transmitir uma maior segurança a população, haja vista que, em inúmeros casos, os indivíduos que estavam foragidos continuavam praticando delitos.

37° BMP

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image[ Atualizar Imagem ]